Home » Mais Desenhos » Lápis de cor – Retrato Morrissey

Lápis de cor – Retrato Morrissey

Retratos feitos com lápis de cor

Because he’ll never, never, never, never, never, never do it again
(not until the next time)

Morrissey, dos Smiths. Usei lápis da marca Faber-Castell em uma canson A4 com gramatura suficiente para aguentar dezenas de camadas de cera, lágrimas e sangue (olha o drama.)

retrato com lápis de cor - the smiths - Morrissey

Tive aulas com o mestre Mario Freire, que, na época, dava aulas de pintura realista ou estilizada com lápis de cor no bairro da Liberdade, em São Paulo. A escola se chama Area-E. Foi uma época de aprendizado bem bacana e frutífera! Recomendo este profissional a qualquer artista. Uma das coisas que aprendi foi a misturar e sobrepôr as cores dos lápis sem medo, o que resulta numa economia enorme de material – é possível fazer pinturas detalhadas sem depender de caixas com várias cores diferentes de lápis de cor. O Mário Freire é conhecido, aliás, por realizar pinturas extremamente detalhadas com 12 (ou menos) lápis.

Também costumo começar tais pinturas pelos olhos – porque, caso erre, a ilustração inteira fica comprometida. Então é melhor errar antes e recomeçar, do que comprometer o desenho depois de ter trabalhado por horas nas outras áreas.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *